Descartável Longa Vida

by Ecos Falsos

/
  • Streaming + Download

    Includes unlimited streaming via the free Bandcamp app, plus high-quality download in MP3, FLAC and more.

      $1 USD  or more

     

  • Não, eu quero o CD de plástico mesmo

1.
2.
3.
4.
5.
6.
7.
02:56
8.
9.
10.
03:08
11.
12.
13.
03:22
14.

credits

released September 2, 2007

Gravado no Estúdio Submarino, São Paulo, de março de 2006 a junho de 2007.
Produzido por Ecos Falsos e Clayton Martin.

tags

license

all rights reserved

about

Ecos Falsos São Paulo

De 2002 a 2011, a melhor pós-boyband que os Brics já conheceram

contact / help

Contact Ecos Falsos

Streaming and
Download help

Track Name: A Revolta da Musa (c/ Tom Zé)
Estou tendo problemas
Com a minha musa
Não quer mais me inspirar
Só quer ficar reclusa
Diz que vida infeliz como a dela não há

Minha musa não tem
Idéia o quanto é difícil
Dedicar-se à arte
Requer um sacrifício
Mas se não for o dela, sobre o quê vou criar?

[Refrão]
Ó minha musa, isso não se faz, isso não se usa
Você sabe que um artista não se dá bem com a recusa
Ó minha musa, como é que nisso tudo eu vou ficar?

Minha musa me acorda
Pra dizer que me odeia
Mando que se cale,
Depois tampo as orelhas
Pra voltar a sonhar em como é lindo o amor

Minha musa casou
Com outro cara do nada
Se mudou pro deserto
E apagou as pegadas
Tem dias que eu penso até que ela me abandonou

[Refrão]

Estou tendo problemas
Com a minha musa
Mas ela vai voltar
Só deve estar confusa
Vai lembrar com saudade todo bem que eu lhe fiz

Minha musa casou
Com outro cara do nada
Às vezes eu penso
Durante a madrugada
E sinto até inveja daquele pobre infeliz

[Refrão]
Track Name: Findo Milênio
Hoje é dia de guerrilha em pleno Afeganistão
Palestino jogou bomba mas não teve a intenção
Presidente democrata nunca mais fumou charuto
E tem cientista escocês que diz que vai clonar o Pluto

O milênio já acabou e há muita coisa no ar
E se o céu pegasse fogo, alguém iria notar?
O milênio já acabou e isso não é tão ruim
Pois é, estamos perto do fim

Animais com seus programas são sucesso na TV
Uma loira e sua bunda, é a nova MPB
Cidadão caucasiano se esqueceu que a vida é bela
Tomou um fora na internet e se jogou pela janela

O milênio já acabou e há muita coisa no ar
E se o céu pegasse fogo, alguém iria notar?
O milênio já acabou e isso não é tão ruim
Pois é, estamos perto do fim

E o mundo caminha para mais mil anos
Com suas seitas suicidas e governos desumanos
Ninguém sabe quem vai ser o próximo inimigo
Mas os mísseis já vêm vindo e eles são americanos

Satélites transmitem tudo por TV a cabo
Pra quem veio do macaco, é bem mais que o esperado
Qualquer um é cidadão na proporção do que consome
Será que estamos indo para o lado errado?
Track Name: Sobre Ser Sentimental
Meu amor
Eu preciso te dizer uma coisa
Não é boa nem má, é uma coisa
É difícil de explicar, é uma coisa
Que acontece comigo

É que eu só sou sentimental quando eu me fodo

Não duvide que eu valorizo
O que temos e tivemos é bonito
Mas não peça para eu ser tão piegas
De drama no mundo já chega

É que eu só sou sentimental quando eu me fodo

Se quiser que eu minta, eu minto
Se quiser que eu finja, eu finjo
Se quiser que eu chore, eu choro
Se quiser que eu sinta

Me perdoe
Track Name: Clóvis Bornay is Dead (Abadá)
Eu não ligo, está tudo bem

Eu me sinto bem, é carnaval nessa cidade
Todo mundo transbordando de felicidade
Mesmo que digam que o mundo acaba amanhã

Eu não vejo problema
Onde está o problema?
Eu não vejo problema da gente ficar legal (ficar legal)
Já comprei o meu abadá
Eu aqui, e o povo lá
Não é isso que vai nos separar
Track Name: A Última Palavra em Fashion
Eu queria ter amigos só pra ter o que falar
Uma porção de parasitas que quisessem meu lugar
Para alimentar inveja e o desejo em ver o meu fim

Porque ser melhor que os outros é bonito e faz crescer
Finas flores do bom gosto, digam "oi" para o buquê
Quando eu adentrar na sala quero todo seu olhar em mim

Como assim? Você não viu?
Se é bom pra Nova Iorque é bom para o Brasil
Eu não sei quanto a você
Mas eu só quero conhecer
Quem sabe a última palavra em fashion

Você disse que teria o que podia me ajudar
As pessoas, as tendências, os lugares pra ficar
Eu só tinha que investir na reengenharia pessoal

Eram vinte em vinte chances de eu ter o que eu desejo
Construir um castelinho com as coisas que apedrejo
Receber mil convidados e dizer ignorar o material

Eu só eu quero expandir meu pensamento burguês
Eu lhe dei tudo que tinha, você não se satisfez
Apanhei pra aprender, mas agora eu já sei
Qual é a última palavra em fashion

Me pintei todo de verde, mas o certo agora é azul
Eu não quis acreditar, você pôs a culpa no cool
Pois no topo do mundinho in & out só há lugar pra um
Track Name: Dois a Zero (c/ Fernanda Takai)
Estou tão fora de mão
Longe até da solidão
Na beira do fim da estrada

Você reclama do que é normal
Como se fosse o único mal
Como se ninguém mais sentisse nada

Eu não penso assim
Pense então no que diz
Só quis comentar...
Comentário infeliz
Prefiro você com a boca calada

Se o que você quer
É impressionar
Eu sou a pessoa errada
Fale o que quiser
Fale até cansar
Não vou me lembrar de nada

Se eu terminar o que tenho a dizer
Posso provar-lhe que por A+B
Tenho a saída pro nosso problema

Eu mantenho o pé atrás
Não acredito em quem fala demais
Sei de cor sua próxima cena

Se o que você quer
É se acomodar
Eu sou a pessoa errada
Mas se prometer
Que vai me agradar
Não vou reclamar de nada

E eu vou lhe dar razão
Mudo até de opinião
Não que eu goste da ilusão
Antes ela à solidão
Track Name: Nada Não
Não há desculpas
Para justificar o que eu fiz
Toda cidade
Já me viu derrubado e pede bis

Não chove há meses
E o sol todo dia me corrói
Descobri tarde
Que o passado é um morto-vivo e que a verdade dói

Amor, não se preocupe (não é nada não)
Amor, não se descuide (não é nada não)
Por mais que o mundo mude (não é nada não)
Por mais que a dor insulte (não é nada não)

Não olhe agora
Mas estamos cercados de pudor
Tal qual o dia
Que eu cheguei com uma bomba e uma flor

Não tenha medo nem do que foi, nem do porvir
Não tenha pena
Do que restar pelo chão quando você partir
Track Name: Primeira Página
Preguiça pura e vamos ficar por aqui
Escolher frases de efeito
Defeito na lâmpada, piscando em si
Buscando pares de peitos perfeitos

Armando minha voz, acendendo faróis
Ofuscando o que sobrou dos olhos
Procuro defeito em alguém
E me engasgo, me engano e engulo meu ódio

Eu não vou chorar nenhuma lágrima
Eu não vou dizer nenhuma lástima
Eu não vou fazer nenhuma plástica
Eu não vou para a primeira página

Meu tempo é curto, meus quinze minutos
Não podem ser gastos à toa
Se o ibope mede e o público pede
Eu posso ser outra pessoa

Esqueça o passado, aproveite, ajoelhe
E agradeça o que vem lá de cima
O país somos nós, o país quer heróis
O país quer comer heroínas

Perdi o meu roque porque neste jogo
O xadrez agora é sem as torres
Escolha o seu drama, invente o programa
E contrate os melhores atores
Track Name: Eu Nunca Ganho
Ultimamente, eu me sinto diferente
Eu nunca ganho nada, será que eu estou doente?
Eu nunca ganhei nada desde que eu era pequeno
Prometi não tomar banho agora estou aqui fedendo

Mas será que sou só eu que nunca ganho nesse mundo?
Quando jogo paciência eu só fico em segundo
Eu nem sei porque estou lhes contando a minha vida
A história é muito chata e não vale as feridas

Eu nunca ganho, eu nunca ganhei,
Será que nessa vida, eu nunca ganharei?
Será que vale a pena viver e nunca ganhar
Acho que o problema é do meu DNA

Eu me sinto como um russo no cinema americano
Eu sou sempre o bandido retardado e insano
Eu nunca ganho, eu me sinto tão vazio
Viver nunca ganhando, onde é que já se viu?

Eu nunca ganho aplauso quando eu canto essa canção
A minha auto-estima já se foi há um tempão
Eu nunca ganhei dez da crítica especializada
Eu nunca ganho tudo, eu nunca ganho nada
Track Name: Animada
A noite fria estala os dentes
Esqueço tudo o que se sente
Sem ter mais olhos pra fechar enquanto esqueço

E sou aquilo que escrevi
Eu viro aquilo o que passei
Sei lá que dia porque a noite agora anestesia

Ia mudando de cidade
A data o dia a noite o vento
Em todo caso o silêncio não irá se opor

Mas por favor, esqueça tudo
Domine logo a minha cabeça
E saiba apenas que eu não quero lhe perder então

O que é que você acha?
De esquecer essa desgraça uma noite só
O que é que você acha?
Seu sorriso esparramado ao som de Belchior
Track Name: O Bom Amigo Inibié
Inibié conhece a glória
Não tem dinheiro
Mas tem memória
Inibié olha pro mar
Diz se dá peixe
Ou se não dá

Preso no fundo do poço?
Insone, dormindo mal?
Sua prece é violenta
Desencapetamento total

Inibié sobe a montanha
Quem é esperto
O acompanha
Inibié não tem igreja
Onde houver fé
Leva a cerveja

Leia o livro que você quiser
Mas creia n’O Bom Amigo Inibié

Inibié lhe abre a porta
Dá esperança
Rega sua horta
Inibié sabe a verdade
Mas não libera
Nem a metade

Com coragem chega longe
Pelo caminho da fé
Sou o Verbo e a Palavra
Sou O Bom Amigo Inibié
Track Name: Isso Me Cansa (c/ Sérgio Serra)
Onde cê pensa que vai?
Por que não olha pra trás?
É claro que eu já sabia

A sua sina vai longe
Por onde ando, eu vejo seu nome
Está distante demais pra acabar com a sua fome

Mas não faz mal
Você não faz mal

A sua hora chegou
Onde você estava, ninguém te encontrou
Eu queria uma chance, mas não quero perder pra você

A velha inveja me consome
Eu não agüento mais ler o seu nome
Sem querer eu lhe disse muito mais do que eu queria
Track Name: Réveillon
O meu coração nunca vai ver a luz do dia
O meu coração nunca vai ver a luz do dia
Mas se um dia visse, será que ele saberia?
O meu coração não reconhece a luz do dia

O meu coração um dia quis sair de casa
O meu coração se permitiu ate ter asas
Elas derreteram sob o sol do meio-dia
E ele se escondeu antes de ver o que fazia

O meu coração nunca vai ver a luz do dia
O meu coração nunca vai ver a luz do dia
Mas se um dia visse, será que ele saberia?
O meu coração não reconhece a luz do dia

O meu coração não quer viver assim no escuro
O meu coração um dia já subiu o muro
A queda era baixa e o processo era seguro
Mas ele fugiu pois tinha medo do futuro

Todo dia
Meu coração sai do lugar
Ele chia
Porque não quer se machucar

O meu coração nunca vai ver a luz do dia
O meu coração nunca vai ver a luz do dia
Mas se um dia visse, será que ele saberia
O meu coração não reconhece a luz do dia
Track Name: Bolero Matador
Amor, como foi que deixamos o tempo
Nos tornar seres tão violentos
Que nos tiveram de internar

Amor, sempre fomos irmão siameses
De tão juntos, brigamos às vezes
Só a polícia pra apartar

Amor, nossa vida que era tão bela
Tropeçou e caiu da janela
Foi o que eu disse ao promotor

Dancemos então
Para aliviar nossa dor
Dancemos então
Este bolero matador

Amor, você quer acertar nossas contas
Mas vejo no punhal que me apontas
Que não queres conversar

Amor, enquanto nós rolamos no asfalto
Um Scania aparece tão alto
Não vai dar pra desviar

Amor, não diga nada
De hoje não passa
Tudo acabou